Castelo do Drácula

O Castelo de Bran, mais conhecido como “Castelo do Drácula”, situa-se entre as cidades de Transilvânia e Valáquia na Romênia.  E, para a decepção dos fãs do mais famoso dos vampiros, a vibe do lugar não é ruim.

Saímos de Bucareste, capital da Romênia e fomos de trem até Brasov. A estação não é das mais agradáveis, aliás, nada em Bucareste tem uma vibe muito boa, as pessoas olham desconfiadas para os turistas e conseguir uma informação não é algo muito fácil, sobretudo porque a maioria das pessoas não falam inglês e nem se esforçam muito para te entender, então não conte muito com isso, pesquise tudo com antecedência. A viagem dura aproximadamente 3 horas, são 183 quilômetros. Chegando na Estação Central, a Gara Brasov, não é muito diferente, os postos de informação são escassos e quando você encontra um, tem que contar com mímica e com a sorte.

brasov bus2

Gara Brasov

Do lado de fora da estação você vai encontrar um posto que vende os tickets dos ônibus comuns. Custa aproximadamente 2 Leu romeno ida e volta. Compre o ticket e atravesse seguindo na avenida principal à direita. O ônibus (número 12) passa no primeiro ponto nesta avenida. Veja o mapa “Gara Brasov”.

brasov rodov

Autogara 2

Pegue esse primeiro ônibus e desça após 4 pontos. É uma rotatória na Stadionul Tineretului. Caminhe sentido a uma pequena rodoviária, a Autogara 2 (veja o mapa). De lá você vai pegar o ônibus que vai para Bran que te deixará na avenida em frente ao Castelo. Esse custa aproximadamente 5,50 Leu romeno (só ida).

O Castelo é muito bonito por fora, tem um lindo jardim que, na ocasião, estava coberto de neve, e um caminho que você vai subindo e tem uma vista muito bonita da cidade e da floresta logo atrás. O castelo é promovido por ter servido de inspiração para a obra “Drácula de Bram Stocker. Assista ao nosso vídeo “Romênia”

Segundo o mito local, Bram teria imaginado o castelo como lugar perfeito para a residência do seu personagem “Drácula”. A grande polêmica do lugar gira em torno do Princípe Vlad Tepes, governador da Valáquia e que era conhecido como “O Impalador”, o qual praticava algumas das mais temíveis técnicas de tortura, entre elas a impalação. Este sim foi a grande inspiração para a criação do personagem Drácula. Há uma lenda local de que o castelo teria sido habitado pelo príncipe, mas fica tudo muito no ar, e não há uma prova que isso tenha acontecido de fato. Parece muito mais uma forma de divulgar o castelo favorecendo o turismo da região.

Atualmente o castelo é um museu, que exibe peças de arte e móveis colecionados pela Rainha Maria. Ou seja, não há nada de sombrio no castelo do Drácula, e, diga-se de passagem, ele é bem bonitinho… Talvez isso explica a vibe boa do lugar. Para nós que tínhamos criado uma grande expectativa sobre o Castelo foi um pouco decepcionante, mas vale a pena visitar e tirar suas próximas conclusões.

As visitas podem ser livres ou com guia. Os tickets custam 10 leu romeno romeno (aproximadamente €2,50).

Para acompanhar um pouco mais de perto essa aventura, assista nosso vídeo “Romênia/ Castelo do Drácula”

#partiu Hungria, Budapeste

Até a próxima!

Anúncios

Uma resposta para “Castelo do Drácula

  1. Gostei das fotos bem legal, não sei se iria num lugar onde o população não esta aberta para o turismo, acho que perde um pouco o encanto, mas valeu o trabalho e esforço de voceis. Parabéns.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s