Amsterdã, muito mais que sexo, drogas e rock’n roll

Amsterdã é famoso por ser o local perfeito para ficar doidão. Confessamos que estávamos até, de certa forma receosos, pois a imagem que nós tínhamos é que lá era um local de drogados e pervertidos, onde tudo é permitido.Que fique claro, nada contra, mas a nossa vibe era de conhecer o lugar! Resolvemos conferir com nossos próprios olhos.

Voando pela Ryanair, saímos de Berlim e seguimos para Amsterdã. Pagamos 60,17€ na passagem aérea. Chegando a Amsterdã encontramos com um mochileiro que deu a dica em relação ao transporte. Optamos, conforme a orientação dele, pelo “ticket diário”, um cartão válido em todos os transportes públicos com viagens ilimitadas durante 24h. Realmente foi ótimo, pagamos 12€ para dois dias e utilizamos muito mesmo.

2015-01-02 21.15.11

Restaurante do Tulip Inn Amsterdan Riversit

Como já estávamos na reta final do nosso “Mochilão de 30 dias pela Europa”, nos demos ao luxo de ficar no hotel mais chique da temporada, o Tulip Inn Amsterdan Riversit. E também porque não estávamos na vibe de ficar doidão, como a galera conta que rola pelos hostels. Calma! Não pense que era um hotel 5 estrelas, mas perto da maioria dos hostels que tínhamos passado, ele era realmente incrível. Pagamos 25€ por pessoa (por noite) num quarto privado, com uma cama enorme, muito limpo, muito “clean”, banheiro enorme privado, com banheira. Foi a melhor coisa que a gente fez, pois após um tempo na estrada, muitas vezes o cansaço bate, e um lugar mais tranquilo e confortável pode ser tudo o que você precisa para recuperar as energias e seguir em frente.

Amsterdã é realmente belíssima, especialmente devido à presença de inúmeros canais que cortam a cidade, tanto que ela é apelidada por alguns de “Veneza do Norte”. Passeamos pelas ruas da cidade e sentimos uma vibe muito agradável, as ruas cheias de pessoas sorridentes, muitos grupos de amigos e famílias passeando. O centro estava especialmente bonito e enfeitado para as festas de fim de ano. As lojas de souvinirs lotadas, todo mundo querendo garantir a famosa toquinha “Amsterdã”. Passeamos pela Museumplein onde é montada a pista de patinação no inverno, a coisa mais linda. E tem o restaurante de frente para a pista no qual você pode desfrutar de um prato quentinho enquanto observa as pessoas se divertindo no gelo.

2015-01-03 19.23.09

Pista de patinação Museumplein

Infelizmente nosso tempo estava curto, então priorizamos alguns lugares para visitar.  A Casa de Anne Frank foi a primeira da lista. Foram horas de fila, mas se você conhece a história, vale muito a pena. Eu e o Kito até assistimos ao filme “Diário de Anne Frank” antes da visita, para refrescar a memória e sugiro que vocês façam o mesmo, caso não tenham lido o livro. Anne Frank foi uma garota judia que morava em Amsterdã na época da Segunda Guerra Mundial e que permaneceu junto com sua família em um esconderijo por 2 anos. O esconderijo é hoje um museu muito bem preservado e que retrata a história dela. Leia mais detalhes no nosso post: “A emocionante casa de Anne Frank”.

anne

Livro: “Diário de Anne Frank”

À noite fomos a um lugar que a vibe já não é tão boa assim, o Red Light Districts (Bairro da Luz Vermelha), onde tem a vitrine com “as moças” quase nuas. Ali o clima é bem tenso, nem tente tirar foto. Vimos uma turista levar, literalmente, um banho de água fria após ter tirado fotos de uma das vitrines. Dica para os homens: não criem tantas expectativas… Dica para mulheres que estão viajando com namorado: podem ficar tranquilas, dificilmente vocês vão se deparar com uma top-model. Na verdade acaba sendo até muito engraçado ou inusitado. Dica para casais: Quem gostar e quiser apimentar o relacionamento, no próprio Red Light, existem algumas casas que tem show de sexo ao vivo e é uma atração turística, formam filas enormes para assistir aos “espetáculos”. É mais interessante olhar as vitrines de longe, porque as luzes vermelhas realmente conferem um clima bem diferente, sobretudo, refletida sobre os canais, chega a ser bonito de ver. Agora, de perto um pouco decepcionante, a maioria das vitrines estava vazia, as mocinhas não eram nenhumas deusas, e estavam até bem vestidinhas…rs

Red Light District

Red Light District

Jantamos muito bem, foi outro presente que nos demos nesse final de mochilão hehehe. E para finalizar, paramos nas famosas letras “IAMSTERDAN” para uma fotinha básica.

2015-01-03 19.17.36

Pois é minha gente, quem queria ler sobre mais uma história com o título “Fiquei doidão em Amsterdã”, desculpem, mas vamos decepcioná-los. Para não sermos hipócritas, podemos dizer que o contato mais próximo com as drogas que tivemos foi experimentar o pirulito de maconha… hahaha. Que, diga-se de passagem é horrível e ninguém fica muito louco com ele. As drogas não são exatamente legais como corre no boca a boca da galera. Na verdade, eles tem uma abordagem diferente em relação ao uso de drogas leves. Os cafés tem permissão somente para vender maconha, mas devem obedecer a uma série de controles e regras, inclusive não podem fazer propaganda e o usuário tem que ser maior de 18 anos. Mas sentimos o aroma pela cidade toda, até no Mc Donalds.

2015-01-03 21.52.03

Nosso objetivo com esse post não foi criticar as pessoas que vão para Amsterdã buscando essa liberdade em relação às drogas, mas sim contar um pouco da nossa experiência e mostrar alternativas para àquelas que querem conhecer melhor a cidade! Infelizmente não tivemos tempo para conhecer outros locais, mas esperamos retornar quem sabe na primavera pois a cidade fica ainda mais encantadora!

Até a próxima aventura!

Anúncios

Uma resposta para “Amsterdã, muito mais que sexo, drogas e rock’n roll

  1. Parabéns, adorei ver a cidade pelos seus olhos, ela e bem fascinante.
    acho que quando se faz uma viagem, tem que retirar o véu do preconceito e curtir tudo que o lugar tem de melhor.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s